Caracterização

O posicionamento geográfico de Vila Nova de Monsarros, implantada nos contrafortes da serra do Buçaco, local idílico, de florestação exótica e abundante, levou a que muitos e variados povos aqui se fixassem, para as suas actividades – em especial a agricultura -, que nos primórdios da Nacionalidade já atingiria um certo revelo e projecção. A localidade, hoje sede de freguesia, cresceu a partir de um vale ubérrimo, por onde serpenteia o rio da Serra, também designado Angarna, cuja águas tornam verdajante uma extensa várzea, que desde Algeriz, localizada a Sudeste, se prolonga até Arcos de Anadia.
 
As belezas com que a Natureza dotou a freguesia são bem apreciadas por quem nos visita. As duas aldeias serranas, Algeriz e Parada, oferecem um bucolismo peculiar. Flectindo um pouco mais para Sul, encontramos a serra do Buçaco, que surge a nossos olhos como um altar ricamente engalanado, uma das mais ricas jóias de Portugal. Caminhando para Noroeste, descobre-se extensos vales, pontuados de várzeas. Vale a pena chamar ainda a atenção para a barragem hidro-agricula do Porcão, situada próximo da estrada que liga Luso a Bolifar, a escassas centenas de metros de Algeriz. O extenso lençol de água torna o local aprazível e propício ao repouso.
 
Vila Nova de Monsarros é sede de uma das 15 freguesias do conselho e comarca de Anadia, distrito de Aveiro. Ocupa uma área de 23,61 Km2, com 2001 habitantes residentes, a que corresponde uma densidade populacional de 84,8 habs./Km2, de acordo com os censos populacionais de 2001. Algeriz, Grada, Monsarros, Poço e Parada, tendo esta ultima a particularidade de confinar com o conselho de Mortágua, já no distrito de Viseu, são as localidade4s administrativamente dependentes de Vila Nova.
 
A freguesia é delimitada a Norte pelas da Moita e de Arcos e a Poente pela de Aguim. Uma vez que se situa no extremo do concelho de Anadia, faz fronteira com os concelhos de Mortágua, a Nascente, e da Mealhada, a Sul. Nem sempre terá, contudo, ocupado a área actual. Não são conhecidos com exactidão os seus limites anteriores 1514, ano em que D. Manuel I outorgou foral a Vila Nova de Monsarros, elevando a categoria de concelho rural. Sabe-se apenas que além das povoações que hoje compõem a freguesia chegaram a existir aglomerados populacionais no Corregal e na Fragua, hoje qualquer vestígio de construções. Há indícios de que Passal e Vale das Igrejas também foram, outrora, povoações.