Capelas das almas

Dados do Património
Nome: Capelas das almas

Além das capelas referidas, subsistem outras memórias religiosas, as chamadas “capelas das almas”, benzidas e zeladas para recordas os entes queridos que já partiram. Ainda no primeiro quartel do século XX se encontravam inventariadas como pertencentes ao património paroquial, cujo o livro se encontra no espólio da Junta de Freguesia. Então implantadas em Vila Nova, na zona de Além do Rio; à entrada do Poço, no centro de parada junto à ponte sobre o rio da Serra em Algeriz; Cerca de 400 metros a Norte da capela principal de Monsarros e á entrada de Grada.
O sentido religioso que norteou a construção destas capelinhas foi sendo desvirtuado, até pela maneira leviana e, tantas vezes, inconsciente como o povo as repara e, inclusivamente, as muda de lugar. Á volta delas, ano após ano e em destas pré-estabelecidas, decorrem pequenos arraiais dançantes, em que o profano imperar e o espiritual está ausente. Por isso passaram a denominar-se “Festas de Mocidade”. Iniciam-se no domingo da Pascoela, no Poço, e continuam, a partir do primeiro domingo de Maio, sucessivamente em Vila Nova, Monsarros e Grada. Terminam em Algeriz no primeiro domingo de Junho.