Quinta Barreto

Dados do Património
Nome: Quinta Barreto

Outro edifício, construído na mesma época, na entrada Norte de Vila Nova de Monsarros, junto à estrada principal, merece referência. Trata-se da mansão inserida na chamada “Quinta Barreto”, designação evocativa do nome do seu primeiro proprietário Joaquim Ferreira Barreto que, tendo vivido longos anos na Ilha do Príncipe (S. Tomé e Príncipe, antiga possessão portuguesa em África), de lá trouxe o estilo arquitectónico que a caracteriza. O imóvel destaca-se pela imponência. São famosos os dois torreões encimados por pára-raios, as arcadas e a graciosa escadaria de acesso ao primeiro andar. De referir ainda o jardim, com um pequeno lago e duas frondosas palmeiras.  
 
Aí residiram sua mulher Maximina de Campos Barreto, seus filhos Noémia Amélia de Campos Barreto, que casou com José Nunes Vidal o qual, depois de ter concluído o curso de medicina, aí instalou consultório e Eurico de Campos Barreto, engenheiro de profissão ligado aos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, que deixaram os seus  nomes associados à quinta. 
Na década de 80 do século passado, o edifício foi adquirido pelos antigos proprietários do Colégio de Anadia, (posteriormente vendido ao Estado para implantação da Escola Secundária),  Manuel dos Santos Oliveiros, veterinário, e sua mulher Albertina Oliveiros.